Tudo que você precisa saber ao ter um cãozinho em casa

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por Carlos Meira
em julho 6, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Veja como se preparar para receber o bichinho e garantir que ele cresça feliz, com muita saúde e bem-estar

Ter um cãozinho em casa é o mesmo que colocar um “motorzinho” de amor e alegria no lar. É uma delícia conviver com o bichinho, pois ele tem o poder de transformar dias ruins em dias melhores com sua companhia e existência pura.

No entanto, assim como nós humanos quando bebês, os filhotes de cachorro também precisam de cuidados especiais até que cresçam, tenham uma boa saúde e conquistem sua autonomia para fazer suas coisas e trazer alegria para todos na casa.

Além da indispensável ração para filhotes, que contém as quantidades exatas de cada nutriente necessário para o bom desenvolvimento do cão, existem outros itens que não podem faltar para dar suporte e garantir que o bichinho se torne um cachorro forte, educado, alegre e saudável.

Continue a leitura e saiba o que é preciso ter para dar sempre o melhor para o animal.

Coisas que não podem faltar para seu filhotinho de cachorro

Que é preciso ter caminha, potinho de água e ração para filhotes todo mundo sabe, mas isso não quer dizer que seja o suficiente para o animalzinho. São coisas básicas, o cachorro necessita de muito mais, tanto para crescer e se manter saudável quanto para se acostumar com o novo ambiente até reconhecê-lo como sua casa.

Ao ter um cãozinho em casa, é preciso estar preparado para garantir sua higiene, saúde, alimentação, bem-estar e educação. Para que você entenda melhor, vamos separar esses pontos em tópicos, confira!

Higiene

Uma das coisas mais básicas e fundamentais para o cãozinho é a higiene, pois além de deixá-lo limpinho e cheiroso, o protege de doenças de pele, infecções e parasitas, evitando uma série de problemas.

Para isso, você vai precisar de um tapete higiênico, produtos de banho específicos e desinfetante de ambientes para manter o espaço do animal sempre limpo. 

Saúde

Além do acompanhamento contínuo do veterinário para avaliar a qualidade de seu desenvolvimento, o cão também precisa ter uma dieta equilibrada, fazer atividades físicas, manter carteira de vacinação com todas as vacinas em dia e antipulgas/carrapatos para evitar infestações e possíveis doenças transmitidas por esses parasitas.

Assim, você garante um crescimento saudável e muitos anos de vida ao cãozinho.

Alimentação

Apesar da ração conter os nutrientes necessários para alimentar os cães e mantê-los saudáveis, com boa aparência e alegres, algumas raças e certos filhotes precisam também de suprimentos para garantir um desenvolvimento harmonioso e saudável.

Por isso, para alimentar o bichinho do jeito certo, é fundamental o acompanhamento do veterinário, pois o profissional irá identificar quaisquer necessidades complementares na nutrição.

Bem-estar

Uma boa alimentação, bastante água, banho e cuidados para a saúde vão garantir apenas que o bichinho não passe fome e não fique doente. Para que ele fique alegre e se sinta seguro, é preciso promover o bem-estar do animal.

Isso quer dizer que você precisa fornecer uma caminha ou casinha confortável, com paninhos para mantê-lo aquecido, brinquedos para ele se divertir e um horário de passeio todos os dias. Além disso, é indispensável que você brinque bastante com seu cãozinho.

Fazendo essas coisas, com certeza seu cão vai ter o bem-estar que merece, além de se manter sempre feliz e pronto para te alegrar.

Educação

Além da higiene, da saúde, da alimentação e do bem-estar, também é preciso atenção à educação do cãozinho para garantir que ele saiba como se comportar dentro e fora de casa, evitando dores de cabeça durante os passeios e desconforto para as visitas, assim como não permitindo que a bagunça passe dos limites.

Para isso é importante desde cedo acostumar o cachorro com a coleira e, assim que permitido, sair para passear até que ele aprenda a se comportar adequadamente. Dentro de casa, você pode definir, desde já, os limites impostos e começar com os comandos básicos, como “venha”, “não”, “pare” e etc. 

Toda vez que o bichinho fizer algo da maneira correta, não se esqueça do reforço positivo, ou seja, dê uma recompensa, que pode ser um biscoitinho, um pedaço de carne ou qualquer outra coisa que ele goste muito de comer. Isso sempre o agradecendo, parabenizando e dando carinho. 

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.